(((o))) ALDEIA MUNDUS-(Rivaldo R. Ribeiro:José Bonifácio-SP)-Nature and Environment




  

CPT(Comissão Pastoral da Terra): Anúncio do governo beneficia produtores do etanol

 

 

Adital -

A  Comissão Pastoral da Terra (CPT) criticou ontem (25) o documento - anunciado pelo governo brasileiro - que exige melhores relações de trabalho para que as empresas canavieiras do país garantam sua certificação social. Em nota divulgada à imprensa, a entidade considerou que o texto - resultado de um pacto assinado ontem entre governo, trabalhadores e produtores de etanol - "não acrescenta nada às conquistas já existentes na legislação trabalhista e nos dissídios coletivos".

 

Intitulado como "Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Cana de Açúcar", o documento é resultado de uma mesa de negociações de um ano entre governo, trabalhadores e empresários. O texto prevê a contratação direta (fim da terceirização) e o acesso do diretor sindical aos canaviais.

 

O documento que estabelece exigências para a "certificação social" ainda garante o transporte seguro e gratuito da cana de açúcar e seus derivados, assegura o mecanismo de aferição de produção previamente acertada com o trabalhador e exige o fornecimento de Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

 

Para a CPT, o documento anunciado pelo governo, na verdade, traz novidades para as empresas canavieiras, e não, para os trabalhadores. A nota diz que os empresários do etanol vão garantir para si o "atestado de qualidade" do trabalho desenvolvido no setor sucroalcooleiro "sem mudar suas práticas trabalhistas".

 

Segundo a CPT, essas normas já eram previstas pela legislação trabalhista atual. Para a entidade, o problema é que essas normas "são descumpridas, de forma crônica e contínua, pelas empresas que empregam os canavieiros brasileiros".

 

O coordenador da Campanha Nacional da CPT de Combate ao Trabalho Escravo, Frei Xavier Plassat, ressaltou que a única inovação do documento é o fim da terceirização, "que continua extremamente presente no Nordeste e Centro Oeste, isentando os empresários da responsabilidade trabalhista".

 

O frei, no entanto, considera o novo documento ineficaz. "A gente conhece a experiência de outras cadeias produtivas [como a mineração] que adotaram medidas de proteção ao trabalhador, mas continuaram reincidindo nos erros".

 

A Comissão Pastoral da Terra ressaltou, na nota, as denúncias de trabalho escravo e devastação ambiental na produção de agrocombustível no país. Os dados da Campanha Nacional de Combate ao Trabalho Escravo da CPT revelam que, em 2007, 51% dos 5.974 trabalhadores resgatados da escravidão no campo brasileiro provieram das lavouras de cana de açúcar. Em 2008, foram 48% de 5.266; e em 2009, 52% dos cerca de 1.830 resgatados sofriam exploração nos canaviais.

 

A entidade avalia que o acordo que prevê a "certificação social" deverá beneficiar apenas os usineiros, ironicamente chamados de "heróis nacionais", já que o etanol foi apresentado ao mundo pelo governo brasileiro como "alternativa limpa" à crise dos combustíveis fósseis. A CPT ironizou a limpeza do etanol, que apenas se constata "do cano de escape do carro para fora". Para a entidade, o processo de produção do biocombustível agrega "um altíssimo custo social e ambiental" e "concentração da terra e da renda".

 

Plassat ainda criticou a postura "meramente mediadora" do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "O trabalho escravo nos canaviais é a característica mais constante da história do Brasil. Isso acontece há séculos e com o apoio dos sucessivos governos. É uma pena que o nosso presidente [Lula] adote uma postura apenas de mediação, ao invés de prevenir, fiscalizar e punir", avaliou o frei.

 

Segundo a nota da CPT, o objetivo do governo foi de amenizar a imagem negativa que o etanol brasileiro possuía no mercado externo. No último dia 14, o presidente Lula já havia anunciado à comunidade internacional a criação da "certificação social" das empresas canavieiras brasileiras, em Genebra, durante a reunião da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

 

Ainda de acordo com a CPT, a "certificação social" é apenas um dos vários estímulos que o governo tem dado aos produtores do etanol. Só em 2009, a indústria canavieira do país já recebeu, até o momento, mais de R$ 3,2 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), 36% a mais que o valor investido no mesmo período de 2008. Parte desses recursos é extraída do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

 

 

FONTE: A D I T A L

 

 



Categoria: Opinião/Notícias
Postado por RIVALDO R. RIBEIRO às 01h39
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]





 

O QUE SÃO TRANSGÊNICOS?

 

Clique nos links abaixo e fique por dentro sobre os alimentos transgênicos, um problema pouco divulgado pela mídia, mas conforme a UOL Busca ONG GREENPEACE é muito grave, pode trazer danos a nossa saúde e um total desequilíbrio para o meio ambiente.

 

PAGINA INICIAL SOBRE OS TRANSGÊNICOS

http://www.greenpeace.org/brasil/transgenicos/ 

 

***************************************************************************************

Milho transgênico está fora de controle. E nós cansamos de avisar...

 

http://www.greenpeace.org/brasil/transgenicos/noticias/milho

 

***************************************************************************************

 

Os 7 pecados capitais dos transgênicos

 

Conheça os principais problemas dessa tecnologia que coloca em xeque a biodiversidade do planeta, provoca inúmeros problemas na agricultura mundial e afronta diretamente UOL Busca o Princípio da Precaução, da UOL Busca ONU.

http://www.greenpeace.org/brasil/transgenicos/os-sete-pecados-capitais-dos-t

 

*******************************************************************************************

 

Sobre Arroz Transgênico

http://www.greenpeace.org/brasil/transgenicos/arroz-transg-nico

 

 

 

*****************************************************************

 

 

Agora que você conhece os perigos dos transgênicos navegue pelo site do Greenpeace você irá encontrar as formas de protestos.

 

 

FONTE GREENPEACE



Categoria: Opinião/Notícias
Postado por RIVALDO R. RIBEIRO às 22h14
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]





 
 

Lei do Cerrado em São Paulo

Lei do Cerrado  em São Paulo

 

O governador José Serra também aproveitou as comemorações da Semana do Meio Ambiente para promulgar, na cidade de Bocaina, a UOL Busca Lei de Proteção do Cerrado, aprovada em 5 de maio último pela Assembléia Legislativa. Agora, o Estado de São Paulo possui leis mais rígidas que o próprio Código Florestal Brasileiro no que diz respeito aos licenciamentos e autorizações de supressão de vegetação do bioma Cerrado.

 

“O Cerrado ficou de fora da Constituição, foi esquecido. Temos que ter conhecimento da importância de sua fauna e flora e para isso é necessário que ele não desapareça”, argumentou o governador, preocupado com a realidade desse ecossistema no Estado de São Paulo, que ocupava, até a década de 60, 14% do território paulista, restringindo-se hoje quase 1%.

 

“O Brasil sempre pensou na Amazônia, no Pantanal e na Mata Atlântica, mas esqueceu do Cerrado sem saber que este é um dos biomas mais ricos em biodiversidade do planeta, e também um dos mais ameaçados”, explicou o secretário do Meio Ambiente, Xico Graziano. Com a nova lei ficam mais rígidas as restrições nos licenciamentos em áreas de Cerrado, sendo proibidas qualquer tipo de intervenção em áreas de Cerradão - vegetação com mais de 90 % de cobertura do solo - e Cerrado Strictu-sensu  - vegetação que apresenta estrato descontínuo, composto por árvores e arbustos geralmente tortuosos.

FONTE: UOL Busca Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo

 

Comentário do editor do blog:

O governo do Estado de São Paulo vem fazendo a sua lição de casa na questão ambiental(Município Verde,Pactos das Aguas e Lei do Cerrado etc.), que hoje sem duvida alguma deveria ser o ponto central das preocupações de todos os governos, pois se trata da sobrevivência da própria humanidade e da preservação da saúde da população. 

 

Mas ainda estamos com pendências referente à monocultura da cana de açúcar, que pode e vai poluir o aqüífero guarani por causa  dos agrotóxicos , a poluição atmosférica e as fuligens  vindo das queimadas, e definir com responsabilidade áreas no estado para o plantio dessa cultura  



Categoria: Opinião/Notícias
Postado por RIVALDO R. RIBEIRO às 15h36
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]





 

Oficializada a grilagem da Amazônia

 

A Coordenação Nacional da Comissão Pastoral da Terra, CPT, se junta ao clamor nacional diante de mais uma agressão ao patrimônio público, ao meio ambiente e à reforma agrária.

 

No último dia 4 de junho, o Senado Federal aprovou a MP 458/2009, já aprovada com alterações pela Câmara dos Deputados, e que agora vai à sanção presidencial. É a promoção da “farra da grilagem”, como se tem falado com muita propriedade.

 

Com o subterfúgio de regularização de áreas de posseiros, prevista na Constituição Federal, o governo federal, em 11 de fevereiro baixou a MP 458/2009 propondo a “regularização fundiária” das ocupações de terras públicas da União, na Amazônia Legal, até o limite de 1.500 hectares. Esta regularização abrange 67,4 milhões de hectares de terras públicas da União, ou seja, terras devolutas já arrecadadas pelo Estado e matriculadas nos registros públicos como terras públicas e que pela Constituição deveriam ser destinadas a programas de reforma agrária. Desta forma a Medida Provisória 458, agora às vésperas de ser transformada em lei, regulariza posses ilegais. Beneficia, sobretudo, pessoas que deveriam ser criminalmente processadas por usurparem áreas da reforma agrária, pois, de acordo com a Constituição, somente 7% da área ocupada por pequenas propriedades de até 100 hectares (55% do total das propriedades) seriam passiveis de regularização. Os movimentos sociais propuseram que a MP fosse retirada e em seu lugar se apresentasse um Projeto de Lei para que se pudesse ter tempo para um debate em profundidade do tema, levando em conta a função social da propriedade da terra. O Governo, entretanto, descartou qualquer discussão com os representantes dos trabalhadores do campo e da floresta. 

 

Esta oficialização da grilagem da Amazônia está chamando a atenção de muitos pela semelhança com o momento histórico da nefasta Lei de Terras de 1850, elaborada pela elite latifundiária do Congresso do Império, sancionada por D. Pedro, privatizando as terras ocupadas. Hoje é um presidente republicano e ex-operário quem privatiza e entrega as terras da Amazônia às mesmas mãos que se tinham apoderado delas de forma ilegal e até criminosa.

 

Esta proposta de lei, que vai para a sanção do Presidente Lula, pavimenta o espaço para a expansão do latifúndio e do agronegócio na Amazônia, bem ao gosto dos ruralistas. Por isto não foi sem sentido a redução aprovada pela Câmara dos Deputados de dez para três anos no tempo em que as terras regularizadas não poderiam ser vendidas e a regularização de áreas para quem já possui outras propriedades e para pessoas jurídicas. Daqui a três anos nada impede que uma mesma pessoa ou empresa adquira novas propriedades, acumulando áreas sem qualquer limite de tamanho. Foi assim que aconteceu com as imensas propriedades que se formaram na Amazônia, algumas com mais de um milhão de hectares, beneficiadas com os projetos da Sudam.

 

Ironia do destino, Lula , que em 1998 afirmou  que “se for eleito, resolverei o problema da reforma agrária, com uma canetada”, ao invés de executar a reforma agrária prometida, acabou com uma canetada propondo a legalização  de 67 milhões de hectares de terras griladas na Amazônia, um bioma que no atual momento de crise climática mundial aguda grita por preservação para garantir a sobrevivência do planeta.

 

O mesmo presidente que, em entrevista à Revista Caros Amigos, em novembro de 2002 dizia: “Não se justifica num país, por maior que seja, ter alguém com 30 mil alqueires de terra! Dois milhões de hectares de terra! Isso não tem justificativa em lugar nenhum do mundo! Só no Brasil. Porque temos um presidente covarde, que fica na dependência de contemplar uma bancada ruralista a troco de alguns votos” acabou sendo o refém desta bancada, pior ainda, recorreu à senadora Kátia Abreu, baluarte da bancada ruralista, inimiga número um da reforma agrária, para a aprovação da medida no Senado. Já cedera à pressão dos ruralistas aprovando a Lei dos Transgênicos. Não atualizou os índices de produtividade estabelecidos há mais de 30 anos atrás, o que poderia possibilitar o acesso a novas áreas para reforma agrária. Não se empenhou na aprovação da proposta de emenda constitucional PEC 438/01 que expropria as áreas onde se flagre a exploração de trabalho escravo. Além disso, promoveu à condição de “heróis nacionais” os usineiros e definiu como empecilhos ao progresso as comunidades tradicionais, os ambientalistas e seus defensores.

 

Lula que, com o Programa Fome Zero, teve a oportunidade de realizar um amplo processo de reforma agrária, transformou-o, porém, em um cartão do Bolsa Família que a cada mês dá umas migalhas a quem poderia estar produzindo seu próprio alimento e contribuindo para alimentar a nação.

 

Os movimentos sociais do campo, inclusive a CPT, vem defendendo há anos, por uma questão de sabedoria e bom senso, um limite para a propriedade da terra em nosso País. Mas o que vemos é exatamente o contrário. Cresce a concentração de terras, enquanto que milhares de famílias continuam acampadas às margens das rodovias à espera de um assentamento que lhes dê dignidade e cidadania, pois, como bem afirmaram os bispos e pastores sinodais que subscreveram o documento Os pobres possuirão a terra “A política oficial do país subordina-se aos ditames implacáveis do sistema capitalista e apoia e estimula abertamente o agronegócio”.

 

Goiânia, 09 de junho de 2009.

 

Dom Ladislau Biernaski

 

Presidente da Comissão Pastoral da Terra (CPT)

FONTE:http://www.cptnac.com.br



Categoria: Opinião/Notícias
Postado por RIVALDO R. RIBEIRO às 02h00
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]





  

Etanol. Tirem o pé do acelerador...       

 

 

As grandes potências tecnológicas não vão ficar definitivamente reféns do petróleo e do etanol, com certeza estão trabalhando em alternativas mais avançadas.

 

O etanol deveria tirar o pé do acelerador, alem de tomar grandes extensões de terras, modificarem biomas, destruir as biodiversidades, queimadas, depender dos ciclos das chuvas que estão cada vez mais irregulares etc. comprometendo outros setores produtivos na agricultura. Não vejo um futuro de 100% de garantias que ele possa durar e se manter como um dos pilares da economia brasileira.

Pois é uma solução de curto prazo mesmo porque nunca irá atender a demanda de energia de paises como a China e a Índia que vem aumentando sistematicamente, ressaltando que o mundo está de olho nos problemas ecológicos e sociais que possa causar as monoculturas de cana de açúcar.

 

 Alicerçar a nossa economia no etanol é um desenvolvimento de uma perna só, pois se esse setor desmoronar ou entrar em dificuldades será como um jogo de dominó levará toda uma cadeia econômica junto.

 

O Brasil sempre cometeu esse engano por causa da ganância imediatista, as suas monoculturas têm atrasado o país e já tem nos levado pelo caminho de algumas crises.

 

Essa atitude está na cultura brasileira, podemos pegar, por exemplo, quando alguém monta um negócio que dá certo, logo em seguida muitos o seguem levando todos ao mesmo destino, que muitas vezes é a falência da grande maioria dos aventureiros.

 

No caso do etanol temos o receio que possa ter a mesma sina, se não houver diversificação de culturas e incentivo a agricultura familiar, pois é nela que realmente se produz nosso alimento de cada dia, e ao mesmo tempo nos livrando da temível concentração de rendas.

 

A tecnologia moderna avança rápido, as descobertas são surpreendentes, cientistas do mundo todo trabalham no aperfeiçoamento de várias alternativas para resolver o problema energético e de poluição do planeta.

 

Não seria surpresa se um dia uma manchete inundar os jornais dando conta de um novo motor movido com nova tecnologia energética, devolvendo definitivamente a humanidade aos tempos modernos... E isso já vem sendo uma realidade.

 

O japonês como era de se prever não “dormem no ponto”, a UOL Busca Mitsubishi Motors já começou fabricar o seu veículo UOL Busca elétrico iMiEV na sua fábrica de Kurashiki, UOL Busca Okayama (sul do Japão), que é uma aposta para impulsionar suas vendas. 

 

Também a montadora UOL Busca Tesla Motors lançou um novo modelo de carro elétrico de cinco lugares, sedã “UOL Busca Model S” funciona com uma bateria de íons de lítio capaz de rodar até 360 quilômetros, 100% não poluente, e sua estréia nas linhas de produção está prevista para 2011, será o primeiro do mundo a ser produzido em escala industrial.

 

Em comparação com outros veículos da mesma categoria o “Model S” é de custo elevado, mas a Tesla afirma que com os incentivos fiscais concedidos pelo governo aos carros não poluentes e o baixo custo na sua manutenção e do combustível, ele passa a ser bastante competitivo.

 

 



Categoria: Opinião/Notícias
Postado por RIVALDO R. RIBEIRO às 00h43
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]





 

Municípios paulistas aderem ao Pacto das Águas, proposto pela ONU.

 

Número de adesões superou o que a ONU obteve durante o Fórum Mundial da Água, na Turquia, que foram 250.

 

Com a presença do governador do Estado, José Serra, e dos secretários do Meio Ambiente, Xico Graziano, e de Saneamento e Energia, Dilma Pena, 195 prefeitos municipais e 70 representantes de prefeituras compareceram na Fazenda Barraca para assinar o Pacto. Agora, esses municípios se comprometem a levantar um diagnóstico das condições ambientais e sanitárias de suas águas e traçar um plano de metas até o final de 2009.  LEIAM MAIS...

 

Você prefeito esteve lá? 

 Se Não, você está indo na contra mão na preservação ambiental do seu município...

 



Categoria: Agua.
Postado por RIVALDO R. RIBEIRO às 23h52
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]





Número de visitas :

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 





VEJAM O NOVO BLOG

ALDEIA MUNDUS II



Clique nas Categorias:


Todas as mensagens

Meio ambiente e Natureza

Queimadas em canaviais.

Agua.

F o t o s-Vídeos/Opinião

Opinião/Notícias






Participe de várias

petições ao redor

do mundo:

 



   LINKS DO T E M P O:

Clima Estado São Paulo(UNESP-IPMET)    

Tempo Satélite

Monitoramento Umidade do ar: 

 

Instituto Nacional de Meteorologia

CLIMA TEMPO  


Cidades: Adolfo,Ubarana, José Bonifácio, Rio Preto, Araçatuba


SUDESTE:


SUL:


MEUS BLOGS:

Atitude Cristã:Caminho da Paz

Jesus Cristo:O Bom Pastor

Anunciar o Evangelion

São Francisco de Assis 

Aldeia Mundus:Meio Ambiente

Aldeia Mundus II 

Painel Geral 777 

Montanhas Azuis

Sintonia 777 

Caminho Franciscano 




Quem passou por aqui:



LINKS:












WWF alerta: valorizar a Natureza é o melhor meio de protegê-la





Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 SÃO FRANCISCO DE ASSIS
 ATITUDE CRISTÃ-José Bonifácio-SP
 SECRETARIA MEIO AMBIENTE-SP
 MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE
 CONAMA-Conselho Nacional do Meio Ambiente
 ONG WWF-Brasil
 GREENPEACE
 AMIGOS DA TERRA
 RIVALDO R. RIBEIRO: OPINIAO MONOCULTURA CANA DE AÇUCAR-2006
 FOLHA ONLINE
 FOLHA ONLINE-AMBIENTE
 S.O.S. Mata Atlântica
 **LINK-Lei da Natureza
 **I B A M A-Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis
 INICIATIVA VERDE- Carbon Free
 DIARIOWEB-Meio Ambiente
 FUMAÇA SOBRE A SAÚDE-Portal Unesp
 Impacto da queimada da cana(Açúcar ético)
 INSTITUTO ROMÃ.(Fundada pelo renomado educador naturalista Joseph Cornell )
 INPE-Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
 Ambiente Brasil-Portal ambiental
 O QUE FAZER COM O LIXO
 TRIBUTO A CIDADANIA
 PORTAL DO VOLUNTÁRIO
 INSTITUTO SOCIO AMBIENTAL
 Ipê-Instituto de Pesquisas Ecológicas
 O QUE É EDUCA REDE?
 DE OLHO NOS MANANCIAIS
 OBSERVATÓRIO DA IMPRENSA
 FUNDAÇÃO MOKITI OKADA
 MEIO AMBIENTE BRASIL
 O QUE FAZER COM O LIXO
 SOCIEDADE PESTALOZZI DE SÃO PAULO
 ENVOLVERDE
 CENTRO CLIMA- Centro de Estudos Integrados sobre Meio Ambiente e Mudanças Climáticas
 FAUNA BRASIL-O portal da fauna brasileira
 ECOTERRA
 CLICK ARVORE
 I B G E::Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
 DIÁRIO DE BIOLOGIA
 BOTÂNICA ONLINE
 ADITAL-Noticias da America Latina e Caribe
 BBC-Brasil
 Ecodebate-Cidadania e Meio ambiente
 CPT-Comissão Pastoral da Terra
 CONSCIÊNCIA
 L I X O Z E R O
 ROTA BRASIL OESTE
 ARVORES DO BRASIL
 ARVORES- ESALQ-USP
 PEA-Projeto Esperança Animal
 ONG ECOPRESS-Agencia de noticias ambientais.
 APASFA-Associação Protetora dos Animais São Francisco de Assis
 Energia Eólica- Tecnologia
 ANA - Agencia Nacional de Águas
 CIENCIA EM DIA-Blog.da Folha-Marcelo Leite
 P E A -Projeto Esperanca Animal
 CATALOGO SUSTENTÁVEL (PRODUTOS E SERVIÇOS)
 HISTORIANET, a nossa historia
 INSTITUTO ETHOS de Empresas e Responsabilidade Social
 ISA::Instituto Socioambiental
 MERCADO ÉTICO-Portal sobre sustentabilidade
 Catálogo de fraudes na internet
 IDEC-Parceiro do Consumidor
 Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção
 SOS FAUNA -Brasil
 OLHAR ECOLOGICO:(Blog editado por Frei Pilato Pereira)
 ECOLOGIA & ESPIRITUALIDADE
 Portal AprendiZ
 GeoMundo:paixão pela Geografia
 SUIPA-SOCIEDADE UNIÃO INTERNACIONAL DE PROTEÇÃO AOS ANIMAIS.
 PRIMEIRO CARRO-(Como tudo comecou)
 PLANETA TURISMO
 ASSOC. RECICLADORAS DE PAPEL
 EXCELÊNCIAS (Informações sobre parlamentares brasileiros)
 IMAZON-Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia.
 UNIVERSIDADE DA ÁGUA
 ADOTE UM FOCINHO- "Cada vez que você compra um filhote, morre um animal na carrocinha ou num abrigo."
 UOL CIÊNCIA E SAÚDE-AMBIENTE
 RENABIO-Rede Nacional de Biomassa Para Energia.
 INSTITUTO AKATU
 PROJETO MUNICIPIO VERDE -SP
 GREENPEACE BLOG
 MINISTÉRIO DO TURISMO-O portal Brasileiro do Turismo
 OUTRA AGRICULTURA-Agricultura de verdade,comida de verdade e meio ambiente por inteiro.
 ACMedia - Associação Portuguesa de Consumidores dos Media
 EcoWorld-The Global Environmental Community...
 CIÊNCIA HOJE-On-Line
 A V A A Z.ORG-O mundo em ação
 ECOLMEIA-Ecologia,Meio Ambiente e Reciclagem
 Dr. Américo Canhoto(Ecologia, palestrante, Médico Homeopatia e os florais de Bach)
 ENSP-Escola Nacional Saúde Pública
 FUNDAÇÃO GAIA
 Ondas3-Blogue de Portugal sobre temas ambientais
 GMWatch
 REPÓRTER BRASIL-Combate ao Trabalho Escravo,Jornalismo Social e Comunicação Comunitária.
 CIMI-Conselho Indigenista Missionário.
 GLOBO AMAZÔNIA-
  Meio Ambiente:Informações sobre preservação ambiental-UOL ciência e saúde.
 A CARTA DA TERRA EM AÇÃO
 MAPA DA INJUSTIÇA AMBIENTAL E SAÚDE NO BRASIL
 Rede Brasileira de JUSTIÇA AMBIENTAL
 Press Centre/GREENPEACE INTERNACIONAL
 QUEIMADAS NOS CANAVIAIS: SCIELO BRASIL-Saúde e Sociedade
 CETESB-Centro Tecnológico de Saneamendo Básico:Companhia Ambiental do Estado de São Paulo.
 MPF- CARNE LEGAL
 UDOP-União dos Produtores de Bioenergia
 GAIA-Justiça ecologica e social
 SIGAM - Sistema Integrado de Gestão Ambiental
 LICENCIAMENTO AMBIENTAL
 AÇUCAR ÉTICO:respeito ao homem e meio ambiente
 ONU-Nações Unidas no Brasil
 ONU VERDE-O que você está fazendo para cuidar do meio ambiente?
 REDE DE INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO - SES/SP
 BRASILAGRO-Informações para você ter opinião.
 SOS Rios do Brasil-Educação ambiental e preservação hídrica.
 DICAS PARA BLOG



CONTATO


 






“Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações”.
Art.225 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988


HISTÓRICO:
Escolha o período para ler as mensagens arquivadas: